Search
  • delio21

BRASIL TEM POTENCIAL PARA SER DESTAQUE MUNDIAL NA PRODUÇÃO E EXPORTAÇÃO DE MEDICAMENTOS

Presidente do Sindusfarma destaca que controle da pandemia só foi possível graças aos investimentos da indústria farmacêutica


O setor farmacêutico tem sido um dos mais importantes na corrida contra o avanço da Covid-19. Com isso, ficou clara a urgência de investimentos em pesquisas principalmente na indústria farmoquímica. A pandemia evidenciou, ainda, como investir em tecnologia e inovação na área da saúde é estratégico para um país, tanto para assegurar o bem-estar da população quanto para a geração de empregos.




Nesse cenário, o desempenho do Brasil, que hoje é o sétimo maior mercado farmacêutico do mundo, pode ocupar ainda mais destaque como desenvolvedor e exportador de produtos e soluções na área farmacêutica. Empresas nacionais mantêm parcerias com universidades que resultam na descoberta de princípios ativos e medicamentos inovadores, exportados para diversos países, conforme aponta artigo do presidente executivo do Sindusfarma, Nelson Mussolini, publicado no jornal O Globo e no site da entidade. Segundo ele, o controle da pandemia só foi possível graças às negociações de transferência de tecnologia entre indústrias farmacêuticas nacionais e internacionais, laboratórios públicos, centros de pesquisa e autoridades brasileiras e mundiais.


A pandemia evidenciou ainda mais o potencial da indústria farmacêutica brasileira, que produz medicamentos de alta qualidade e tem grande capacidade instalada, além de contar com pesquisadores, hospitais e centros de pesquisa de renome internacional. Na Hipolabor, a automatização dos processos mais que dobrou a capacidade produtiva da empresa, consolidando a fábrica em Montes Claros, no Norte de Minas, como uma das mais modernas na produção de genéricos do país. As unidades da Hipolabor contam com equipamentos e tecnologia de ponta, rigorosos padrões técnicos e uma equipe de colaboradores altamente treinada para atuar na fabricação de medicamentos.


A empresa, reconhecida como uma das maiores indústrias farmacêuticas do país, adota procedimentos internos criteriosos, como a prática de auditorias e revisões regulares de documentação. O objetivo é acompanhar as mudanças regulatórias do setor farmacêutico e seguir evoluindo para sempre contribuir com a saúde da população brasileira.

24 views0 comments